“Movimento, Sonoridades e Expressão Teatral”

10 Set

– 13 horas, a validar pela DRE

Data da Realização

  • 9, 16 e 23 de outubro: das 15h00 às 18h00;
  • 30 de outubro: das 14h30 às 18h30.

FORMADOR

ATEF

DESTINATÁRIOS

 Docentes de todos os grupos disciplinares

METODOLOGIA

População Alvo – Docentes de todos os níveis de ensino.

O programa está estruturado em módulos, interligado às três componentes teóricas e práticas (movimento, sonoridades e expressão teatral). Em cada uma destes componentes consideraram-se especificidades temáticas.

Propõe-se então que as sessões tenham um elemento teórico de transmissão de saberes mas também de carácter prático, que visa a experienciação e o treino das técnicas envolvidas. Os conteúdos programáticos, deverão promover a articulação entre as 3 áreas abordadas, com foco na possibilidade de aplicação no trabalho prático profissional de cada formando | docente, possibilitando novas práticas no processo de ensino-aprendizagem.

Os módulos distribuir-se-ão por um total de 13 horas, ao longo de 4 semanas. Esta distribuição temporal permitirá a pesquisa e apuramento individual dos conteúdos experienciados e, consequentemente, a sua maturação, de forma intercalada e faseada, até à conclusão da formação. O programa definido é generalista, para que a abordagem seja  prática e direta, e os temas e conteúdos específicos se adeqúem aos interesses do grupo de formandos nas suas expetativas e práticas profissionais, enquanto ferramentas pedagógicas. Toda as técnicas e conteúdos abordados, deverão ser experienciados e aplicados como jogos e exercícios concretos, veiculando a motivação e a prática profissional dos futuros utilizadores. Para  os conteúdos teóricos, serão fornecidos documentos de apoio e bibliografia.

Em termos de garantia da segurança individual e distanciamento social, as sessões terão 02 formadores e utilização possível de 03 espaços do SPM – ginásio, exterior do bar ( trabalho de voz) e Auditório. O grupo dirigido a 15 participantes, poderá ser dividido, com o apoio de cada um dos formadores, possibilitando uma intervenção mais distanciada e controlada.

Estratégias | Sessões de  Formação:

Técnicas sob a forma de Jogos individuais e de grupo;

Técnicas sob a forma de exercícios individuais e de grupo;

Uso de objetos e de recursos espontâneos;

Uso de conteúdos, partindo do conhecimento e experiência individual;

Gravação em vídeo;

Reflexão de conteúdos e estimulação do sentido crítico;

Autoscopia – análise da  comunicação e do poder de desempenho.

CONTEÚDOS

MÓDULO I – MOVIMENTO/CORPO

1. Aparelho Locomotor e análise do movimento; Os sentidos; A respiração como suporte do movimento; As emoções; Memória corporal; Técnicas de massagem e automassagem; Respiração: sensação de espaço interno;

MÓDULO II – SONORIDADES/VOZ

1. O papel do Diafragma; Respiração: inferior, média, superior e global; A Respiração versus Emoção e Interpretação; A descoberta da plasticidade vocal individual; Técnicas de aquecimento físico; Técnicas de relaxamento; Exercícios que facilitem e promovam o desenvolvimento das capacidades vocais.

MÓDULO III – EXPRESSÃO TEATRAL/INTERPRETAÇÃO

1. Trabalho com base num ou em vários textos: Levantamento dos elementos que estruturam o texto; Definição da visão que se tem a partir do texto; Dotar o formando dos meios necessários para encontrar o seu próprio sentido cómico e dramático e saber explorá-lo; Procura da verdade no universo quotidiano; Universo quotidiano versus universo teatral; Levantamento de universos ficcionais a partir de improvisações sem texto, ou textos criados pelos alunos; O texto no processo das ações físicas; A importância da dramaturgia como método de análise na construção da personagem.

 

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

Os formandos serão avaliados conforme estipulado na Carta Circular CCPFC -3/2007 da responsabilidade do Conselho Científico

Pedagógico da Formação Contínua.

«Excelente – de 9 a 10 valores; Muito Bom – de 8 a 8.9 valores;

Bom – de 6.5 a 7.9 valores;

Regular – de 5 a 6.4 valores;

Insuficiente – de 1 a 4.9 valores.»

1) Avaliação da formação e dos formadores através de questionário fornecido pelo SPM.

2) Avaliação dos Formandos:

2.1 ) Registo de intervenção individual e coletiva, sessão a sessão (total – 04 registos).

2.2) Reflexão por Autoscopia: todos os participantes relizarão uma pequena intervenção individual face ao grupo, que será registada em vídeo. Os registos serão posteriormente visionados em grupo e feita uma reflexão com base na – eficácia da comunicação e domínio do conteúdo | jogo | exercício proposto. No segundo visionamento, será preenchido um questinário com resposta multipla e 1 ou 2 questões abertas.

Avaliação final – 01 questionário final + 04 registos das sessões.

Escala de avaliação – 1 a 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *