Autonomia e Flexibilidade Curricular: a construção de uma escola com sentido.

12 Nov

Creditada pelo CCPFC – 15 horas

Formadora: Gorete Pereira

FORMADOR

Gorete Pereira

LOCAL

Sede do SPM – Calçada da Cabouqueira, nº22

CALENDARIZAÇÃO

Dias: 10 e 17 de janeiro: das 14h00 às 18h00;

Dias: 11 e 18 de janeiro: das 09h00 às 12h30.

JUSTIFICAÇÃO

A proposta de flexibilização do currículo outorga novos poderes à escola, conferindo a possibilidade de implementação de projetos e a integração das especificidades dos vários contextos locais.

Com efeito, nem a escola se resume a um espaço “despersonalizado e tutelado à distância pelo poder central” (Fernandes, 2000, p. 33), nem o currículo pode ser reduzido às matérias a ensinar ou a um conjunto de atividades de ensino iguais para todos, sendo primordial perspetivar uma escola que entenda o currículo como um projeto-em-construção (Pacheco & Morgado, 2002), que aceita e valoriza as diferenças, o desenvolvimento contextualizado das práticas pedagógicas e a autonomia profissional do professor.

DESTINATÁRIOS

Docentes dos Ensinos Básico e Secundário

METODOLOGIA

  1. Apresentação, pelos formandos, das suas conceções prévias acerca das oportunidades de transformação da prática pedagógica veiculadas pelo novo enquadramento curricular;
  2. Análise teórica de conceitos básicos que sustentam os processos pedagógicos inerentes à “Articulação Curricular Horizontal e Vertical”, à “ Aprendizagem Cooperativa”, ao “Trabalho de Projeto” e aos “Domínios de Autonomia Curricular”;
  3. Trabalho prático que envolve a construção de cenários pedagógicos que pretendem a operacionalização das metodologias abordadas e diferentes possibilidades de ação pedagógica;
  4. Partilha e análise crítica acerca de exemplos de práticas sustentadas na filosofia protagonizada pela Autonomia e Flexibilidade Curricular;
  5. Trabalhos coletivos, em grupo e/ou a pares que visam a criação de planificações;
  6. Debate coletivo acerca dos trabalhos produzidos pelos pares e grupos;
  7. Reflexão e sistematização dos princípios teóricos e pedagógicos que suportam as práticas pedagógicas.

CONTEÚDOS

Fundamentos Teóricos e Pedagógicos de Autonomia e Flexibilidade Curricular (AFC)Gestão Flexível do Currículo: porquê e como?Princípios teóricos e pedagógicos que sustentam a AFC;Articulação curricular/integração, curricular/interdisciplinaridade;Binómio ensino-aprendizagem. Adequar o ensino à aprendizagem. 3 horas
Metodologia de trabalho de ProjetoAprendizagem e trabalho de projeto: fundamentos teóricos e pedagógicos;O projeto como abordagem pedagógica centrada em problemas;A aprendizagem baseada na resolução de problemas;Fases de desenvolvimento do trabalho de projeto: 2.4.1 Fase I – definição do problema; 2.4.2 Fase II – planificação e desenvolvimento do trabalho; 2.4.3 Fase III – execução; 2.4.4 Fase IV – divulgação/avaliação; Critérios de relevância dos projetos;Trabalho de projeto como instrumento a favor da transversalidade e articulação curricular. 6 horas
A aprendizagem Cooperativa na sala de aula, que estratégias?História da aprendizagem cooperativa;Importância da aprendizagem cooperativa (algumas estratégias de implementação: formação de grupos, papéis atribuídos a cada elemento, a sala de aula como comunidade de aprendizagem). 3 horas
Avaliação Formativa: procedimentos e instrumentosAvaliação de projetos (ênfase na avaliação formativa): instrumentos e metodologias diversificadas;Estratégias e técnicas de avaliação formativa. 3 horas

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

Os formandos serão avaliados conforme estipulado na Carta Circular CCPFC -3/2007 da responsabilidade do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua.

«Excelente – de 9 a 10 valores;

Muito Bom – de 8 a 8.9 valores;

Bom – de 6.5 a 7.9 valores;

Regular – de 5 a 6.4 valores;

Insuficiente – de 1 a 4.9 valores.»

– Participação ativa nas sessões – 20%;

– Trabalho individual – Reflexão crítica acerca de alguns tópicos abordados na formação – 80%.

Destinatários: docentes do ensino básico e do ensino secundário

Realização:

10 e 17 de janeiro – 14h00-18h00

11 e 18 de janeiro – 9h00-12h30

Conteúdos:

  1. Fundamentos Teóricos e Pedagógicos de Autonomia e Flexibilidade Curricular (AFC) – 3 horas
  2. Metodologia de trabalho de Projeto – 6 horas
  3. A aprendizagem Cooperativa na sala de aula, que estratégias? – 3 horas
  4. Avaliação Formativa: procedimentos e instrumentos. – 3 horas

Inscrições: a partir de 11 novembro, por telefone (291 206 360) ou online aqui!

Seleção até 2 de janeiro de 2020

Critérios de seleção:

  • 1.º sócios do SPM
  • 2.º não sócios  30€ (mediante vaga)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.