Técnicas e tecnologias para o ensino da música aplicadas à Era Digital

14 Jan

– 15 horas, creditadas pelo CCPFC para os docentes de música do ensino básico e secundário

Data da Realização

Sessões síncronas (3 horas):

  • Dias 22, 29 de janeiro e 5 de fevereiro: das 17h00 às 18h00;

Sessões assíncronas (12 horas): de 22 de janeiro a 5 de fevereiro

FORMADOR

Francesco Luciani

MODALIDADE

Modalidade E-learning (Google Classroom e Zoom)

DESTINATÁRIOS

Docentes de música do ensino básico e secundário

RAZÕES JUSTIFICATIVAS

“Técnicas e tecnologias para o ensino da música aplicadas à Era Digital” é um curso totalmente online, em formato e-learning, com a duração de 15 horas, ao longo das quais serão apresentadas aos formandos diversas formas e técnicas básicas para a pedagogia e didática da música, desde os métodos e metodologias mais tradicionais até aos estudos e teorias mais recentes, que envolvem o mundo digital. A ação promove um percurso gradual em que o objetivo final é que os formandos sejam capazes de criar os seus próprios recursos musicais, utilizando ferramentas atuais, e de forma adequada aos seus alunos e respetivo nível de ensino.

Num período marcado por uma crescente utilização dos meios digitais aplicados a todas as disciplinas escolares, as artes não são exceção e os desafios multiplicam-se no dia-a-dia dos professores das áreas musicais. Assim, este curso surge no sentido de contribuir para a atualização da formação profissional destes grupos de recrutamento docente, fornecendo-lhes uma ponte entre as ferramentas tradicionais e as novas ferramentas digitais que podem ajudar no desenvolvimento das suas competências e práticas pedagógicas.

OBJETIVOS A ATINGIR

No final da ação de formação, os formandos serão capazes de:

  1. Reconhecer os conceitos básicos dos fundamentos da didática musical.
  2. Saber distinguir e utilizar diferentes técnicas didáticas musicais, adequando-as aos seus alunos.

Criar recursos didáticos musicais para aplicação na sua prática letiva.

METODOLOGIA

  • A ação será realizada em modalidade de curso em formato e-Learning e será composto por sessões síncronas e assíncronas, divididas da seguinte forma:
  • Carga Letiva síncrona: 3h
  • Carga Letiva Assíncrona: 12h
  • Duração geral do curso: 2 semanas
  • Terá uma componente teórica, e uma componente prática (exercícios e atividades propostas de acordo com os conteúdos de cada módulo).
  • As ferramentas didáticas a utilizar incluem recursos multimédia (som e vídeo) e recursos didáticos variados como testes digitais de escolha múltipla, formulários, perguntas de resposta aberta, fóruns, glossários, chat e videoconferências. Será igualmente facultado aos formandos um e-manual do curso com o resumo dos conteúdos ministrados, para consulta offline.

O exercício de avaliação final será constituído pela criação de um recurso musical (áudio, vídeo e/ou partitura) onde o formando utilize as tecnologias digitais aplicadas à sua área musical/ensino, tendo em conta os conteúdos dos vários módulos do curso.

CONTEÚDOS

A ação desenvolve-se em 3 módulos, num total de 15 horas, das quais 3 horas são síncronas e 12 horas são assíncronas.

Os módulos são explorados com os conteúdos a seguir apresentados:

Sessão Síncrona Inicial_(1h)

Módulo 1 – Fundamentos básicos da didática e sua aplicação na educação da música (2h)

  • A música nas aulas
  • Aprender a Ensinar música
  • Didática da linguagem musical
  • Conceito e papel da música a partir da infância

Módulo 2 – Estratégias e técnicas da Educação da Música (4h)

  • Métodos e Instrumentos didáticos
  • Jogo, Imitação e Improvisação
  • Motivação do aluno de música
  • Sugestões úteis para o desenvolvimento de atividades práticas

Sessão Síncrona Intermédia_(1h)

Módulo 3 – Aplicações didáticas das novas tecnologias na Educação da Música (6h)

  • As novas tecnologias no âmbito da educação e didática da música
  • Programas para audição
  • Programas para a prática da linguagem musical
  • Programas para a prática e a discriminação instrumental
  • Programas para a criação de recursos didáticos próprios

Sessão Síncrona Final_(1h)

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

A avaliação será individual, qualitativa e quantitativa, expressa numa escala numérica de 1 a 10 valores, nos termos previstos na Carta Circular CCPFC – 3/2007, de setembro de 2007, do Conselho Científico Pedagógico da Formação Contínua e com base nos seguintes critérios: 

«Excelente – de 9 a 10 valores;

  Muito Bom – de 8 a 8.9 valores;

  Bom – de 6.5 a 7.9 valores;

  Regular – de 5 a 6.4 valores;

  Insuficiente – de 1 a 4.9 valores.»

Os formandos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios:

10% – Saber-estar: netiqueta, participação, pertinência e qualidade das intervenções realizadas (síncronas e assíncronas).

60% – Realização das atividades propostas (exercícios e atividades ao longo do curso).

30% – Trabalho/Exercício final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.