A Docência como Prática Reflexiva – Padrões de Profissionalidade

27 Dez

Data da Realização

  • 23 e 24 de janeiro: das 14h00 às 19h00
  • 25 de janeiro: das 09h00 às 14h00

FORMADORA

Isabel Baptista

JUSTIFICAÇÃO

 O exercício da docência refere-se a uma atividade humana complexa, multidimensional e eminentemente relacional, respeitante à intervenção intencional e qualificada nos processos de desenvolvimento de outras pessoas, crianças, jovens e adultos (Carta Ética do SPM, 2017). Com este pressuposto fundamental em referência e reconhecendo que, independentemente da especificidade dos perfis académicos ou da diversidade dos contextos de trabalho, os professores e os educadores exercem a sua responsabilidade social a partir de uma autoridade pedagógica específica e muito exigente, este curso de formação centra-se nas dimensões teóricas e práticas que sustentam o seu compromisso ético-profissional. Considera-se assim que esta proposta de formação é pertinente e adequada a professores e educadores de todos os graus de ensino e grupos disciplinares numa perspetiva de desenvolvimento, afirmação e dignificação do seu desempenho profissional.

DESTINATÁRIOS

 Docentes de todos os grupos disciplinares

METODOLOGIA

Em conformidade com os objetivos de formação enunciados e numa perspetiva de valorização do património profissional e organizacional corporizado na Carta Ética do SPM, opta-se por uma metodologia interativa assente na articulação dinâmica entre:

  • Aulas teóricas – apresentação dos conteúdos com recurso a textos de referência e suportes multimédia;
  • Aulas teórico/práticas – análise de casos e trabalho em pequenos grupos;
  • Práticas de Seminário – reflexão e discussão em grande grupo.

CONTEÚDOS

  1. Éticas Educacionais e Éticas Profissionais (5h);
  2. Ética, Moral, Deontologia – explicitação concetual.
  3. Valores de Ética Educacional no Século XXI.
  4. As Éticas Educacionais como Éticas Aplicadas.
  5. Ética do Rosto e Profissionalidade Docente.
  6. Ética e Estética da Ação Pedagógica (5h);
  7. Primado da racionalidade pedagógica.
  8. A docência como experiência de autoridade e sensibilidade.
  9. A docência como experiência de deliberação prudencial.
  10. Autoridade Profissional e Compromisso Ético – (5h)
  11. Padrões de Profissionalidade e Profissionalismo;
  12. Carta Ética do SPM – compromissos de carácter ético-deontológico na relação com: os alunos; os pares/profissão; outros membros da comunidade educativa; os pais e encarregados de comunidade externa.

 

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

A avaliação será individual, qualitativa e quantitativa, expressa numa escala numérica de 1 a 10 valores, nos termos previstos na Carta Circular CCPFC – 3/2007, de setembro de 2007, do Conselho Científico Pedagógico da Formação Contínua e com base nos seguintes critérios: 

  • Participação nas dinâmicas de trabalho propostas;
  • Elaboração e apresentação de uma reflexão individual escrita;
  • Contributo para o trabalho final de grupo.

Inscrições online aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.