Domínios de Autonomia Curricular: Da planificação à operacionalização e avaliação.

1 Abr

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO

Domínios de Autonomia Curricular: Da planificação à operacionalização e avaliação.

Data da Realização

26 de abril e 3 de maio  (sexta-feira) – 14h30/18h00

27 de abril – 4  maio (sábados) – 9h00/13h30

29 de abril – 18h30/20h30

– esta formação terá um total de 16 horas, creditadas pelo CCFCP

FORMADORA

Fernanda Gouveia

JUSTIFICAÇÃO

 O decreto-Lei n.º 55/2018, outorgado a 6 de julho de 2018, confere às escolas autonomia para dinamizar um trabalho pedagógico diferenciado e contextualizado. A Metodologia de Trabalho de Projeto está associada a uma visão interdisciplinar e transdisciplinar do saber e adquire sentido na experiência do aluno, (Oliveira, 2016). Os “Domínios de Autonomia Curricular (DAC), enquanto “áreas de confluência de trabalho interdisciplinar e ou de articulação curricular” (Decreto-Lei 55/2018, artigo 3º, alínea e)., encontram possibilidades de concretização através do trabalho de projeto, consubstanciam momentos de aprendizagens significativas, contextualizadas e, sempre que possível, autênticas, envolvendo a participação ativa dos alunos.

DESTINATÁRIOS

 Docentes doa ensinos básico e secundário

METODOLOGIA

  1. Partilha das representações dos formandos acerca dos Domínios de Autonomia Curricular;
  2. Análise teórica de alguns conceitos básicos para compreender os processos pedagógicos que fundamentam os Domínios de Autonomia Curricular: articulação curricular; articulação curricular horizontal e articulação curricular vertical, integração curricular, multidisciplinaridade e interdisciplinaridade;
  3. Análise do enquadramento legal que sustenta esta abordagem;
  4. Reflexão crítica acerca de exemplos de práticas sustentadas em Domínios de Autonomia Curricular;
  5. Trabalhos coletivos, em grupo e/ou a pares que visam a conceção de Domínios de Autonomia Curricular
  6. Debate coletivo acerca dos trabalhos produzidos pelos pares e grupos;
  7. Reflexão e sistematização de alguns princípios pedagógicos que fundamentam as práticas: síntese conclusiva.

CONTEÚDOS

  1. Representações dos formandos acerca dos Domínios de Autonomia Curricular; 1h
  2. Conceitos básicos pedagógicos que fundamentam os Domínios de Autonomia Curricular: gestão flexível do currículo; articulação curricular; articulação curricular horizontal e articulação curricular vertical, integração curricular, multidisciplinaridade e interdisciplinaridade; 3h
  3. Enquadramento legal e teórico que sustenta esta metodologia de ação pedagógica; 1h
  4. Princípios teóricos e pedagógicos que sustentam os Domínios de Autonomia curricular; 1h
  5. Importância do trabalho de projeto: possibilidades diferenciadas de intervenção pedagógica; 1h
  6. Planificação dos Domínios de Autonomia Curricular; 4h
  7. Operacionalização dos Domínios de Autonomia Curricular: cenários possíveis; 3h
  8. Avaliação dos Domínios de autonomia curricular (ênfase na avaliação formativa): instrumentos e metodologias diversificadas. 2h

 

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

Os formandos serão avaliados conforme estipulado na Carta Circular CCPFC -3/2007 da responsabilidade do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua.

«Excelente – de 9 a 10 valores;

Muito Bom – de 8 a 8.9 valores;

Bom – de 6.5 a 7.9 valores;

Regular – de 5 a 6.4 valores;

Insuficiente – de 1 a 4.9 valores.»

A avaliação será realizada com base nos seguintes critérios:

Participação ativa nas sessões – 20%

Trabalho individual – Reflexão acerca de alguns tópicos abordados na formação – 80% 

Inscrições online aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.