Educação na Cidadania: recursos, ferramentas e aprendizagens, para uma abordagem integrada na Escola

28 Dez

6 horas a validar pela DRE

CALENDARIZAÇÃO

  • 14 de janeiro de 2023: das 09h00 às 13h00 e das 14h30 às 16h30


FORMADORES

Sónia Lopes e Sandra Fernandes

LOCAL

Sede do SPM

DESTINATÁRIOS

Docentes dos 2.º e 3.º Ciclos, Secundário e Educação Especial

JUSTIFICAÇÃO

Na agenda mundial foram adotados os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) que desafiam os cidadãos a atingirem 17 metas, até 2030. O ODS 4.7 estabelece que os países deverão “garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, inclusive, entre outros, por meio da educação para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida sustentáveis, direitos humanos, igualdade de género, promoção de uma cultura de paz e não-violência, cidadania global e valorização da diversidade cultural (…)” (ONU, 2015). Em Portugal, a promoção da Cidadania Global é enquadrada na Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania.

No primeiro capítulo do relatório “Educação: um Tesouro a descobrir” (UNESCO, 2010), Delors escreve que a educação surge como trunfo para que a humanidade tenha a possibilidade de progredir na consolidação dos ideais da paz, da liberdade e da justiça social. Estes ideais são concretizados com o envolvimento dos cidadãos. A participação dos/as estudantes nos processos de tomada de decisão que afetam as suas vidas é essencial para o seu desenvolvimento enquanto cidadãs e cidadãos ativos, conscientes dos seus direitos e deveres e capazes de os exercer de forma responsável, em prol dos Direitos Humanos.

O presente encontro formativo toma partido dos recursos, das ferramentas, publicações e estratégias de Educação para a Cidadania, construídas por entidades da sociedade civil e escolas, utilizando-os como ponto de partida para uma reflexão crítica sobre o lugar da Cidadania na vivência escolar.

Este curso enquadra-se no Projeto “Beyond COVID-19: The new era of Teaching. Digital learning for social inclusion”, promovido pela Oxfam Italia, em parceria com a AIDGLOBAL e financiado pelo Programa Erasmus+.

OBJETIVOS (GERAIS / ESPECÍFICOS)

O objetivo geral é fomentar a vivência da Cidadania nas escolas da Região Autónoma da Madeira.

Especificamente, pretende-se:

– Promover uma reflexão crítica em torno de projetos e iniciativas de Educação para a Cidadania;

– Refletir sobre a vivência da Cidadania na Escola, numa lógica de whole-school approach;

– Partilhar e divulgar recursos e formações de Educação para a Cidadania.

O Encontro terá como base as aprendizagens partilhadas na publicação “Dentro e fora da caixa: ONG e Escolas juntas na Educação para a Cidadania – Caminhos e Inspirações”, editada pela Fundação Gonçalo da Silveira (2022), com o apoio do Programa Cidadãos Ativ@s (EEA Grants). Ainda, serão apresentados recursos e formações de Educação para a Cidadania desenvolvidos por duas organizações da sociedade civil, a AIDGLOBAL – Acção e Integração para o Desenvolvimento Global e a Fundação Gonçalo da Silveira.

CONTEÚDOS

– Escola Democrática e a whole-school approach;

– Práticas inspiradoras de Educação para a Cidadania: partilhas, reflexões;

– Recomendações de Educação para a Cidadania a partir da Publicação “Dentro e fora da caixa: ONG e Escolas juntas na Educação para a Cidadania – Caminhos e Inspirações”;

– Recursos e formações de Educação para a Cidadania: Academia do Projeto BET.

METODOLOGIA DA FORMAÇÃO

O Encontro terá como base três métodos complementares:

– Método Expositivo: momentos teóricos de apresentação dos vários temas, assuntos ou abordagens críticas;

– Método Ativo: momentos de realização de atividades participativas com vista a explorar os conteúdos da ação;

– Método Demonstrativo: ações orientadas para o “saber-fazer”.

 Serão, ainda, usadas tecnologias e plataformas digitais para o envolvimento e a participação ativa dos formandos.

AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

A avaliação será individual e quantitativa, expressa numa escala numérica de 0 a 10 valores, de acordo com a legislação em vigor, segundo o modelo da Escala de Avaliação/Classificação de referência definida para a formação contínua dos docentes, através da Carta Circular CCPFC – 3/2007, de setembro de 2007, com os parâmetros seguintes:

Escala de Avaliação/Classificação de referência (ECD)

Segundo a Carta Circular CCPFC – 3/2007, de Setembro de 2007

Excelente – de 9 a 10 valores;

Muito Bom – de 8 a 8,9 valores;

Bom – de 6,5 a 7,9 valores;

Regular – de 5 a 6,4 valores;

Insuficiente – de 1 a 4,9 valores

A avaliação pontuará os seguintes fatores:

1- Assiduidade – 0 a 5 valores

2- Qualidade da participação – 0 a 3 valores;

3- Realizar um relatório com as aprendizagens da formação – 0 a 2 valores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *