Princípios básicos do socorrismo: suporte básico de vida e alterações cardiorrespiratórias

20 Out

15 horas validadas pela DRE


Data da Realização:

TURMA 1:

  • 11 de novembro: das 14h30 às 17h30;
  • 12 de novembro: das 09h30 às 13h30;
  • 18 de novembro: das 14h30 às 18h00;
  • 19 de novembro: das 09h00 às 13h30;

TURMA 2:

  • 25 de novembro: das 14h30 às 17h30;
  • 26 de novembro: das 09h30 às 13h30;
  • 2 de dezembro: das 14h30 às 18h00;
  • 3 de dezembro: das 09h00 às 13h30;

FORMADOR

Bruno Alexandre Andrade Pestana

DESTINATÁRIOS

Docentes de todos os grupos de recrutamento

JUSTIFICAÇÃO

A grande maioria dos docentes não possui formação em Primeiros Socorros, mas confronta-se no seu dia-a-dia profissional com situações em que precisa de intervir junto dos seus alunos, quer em caso de acidente, quer seja por problemas de saúde dos mesmos ou, ainda, em possíveis situações de doença súbita que levem a paragem cardiorrespiratória.

Assim, na sequência de formações realizadas sobre o mesmo tema, consideramos pertinente que se realize, agora, uma formação que prepare os docentes para a abordagem básica às alterações Cardiorrespiratórias, no âmbito do Suporte Básico de Vida.

METODOLOGIA

A exposição dos conteúdos será sempre alternada com a prática dos mesmos, de acordo com os seguintes momentos:

– execução do Suporte Básico de Vida;

– realização da PLS (Posição Lateral de segurança);

– técnicas de desobstrução da via aérea;

– técnicas de imobilização no trauma;

– avaliação prática.

OBJETIVOS (GERAIS/ESPECÍFICOS)

* Habilitar os docentes para uma atuação eficaz nos casos de acidente, em contexto escolar.

* Adquirir noções básicas de primeiros socorros.

* Identificar situações associadas a alterações Cardiorrespiratórias.

* Reconhecer e habilitar os docentes na aplicação do Suporte Básico de Vida;

* Adquirir conhecimentos que permitam atuar corretamente em situações de Obstrução/Desobstrução da Via Aérea.

CONTEÚDOS

1.Noções Gerais do Socorro.

• Princípios Gerais do Socorrista

• Princípios Básicos.

• Fases do Sistema Integrado Emergência Médica (SIEM.)

2.Alterações Cardiorrespiratórias.

2.1 Suporte Básico de Vida (SBV).

• Conceito.

• Objetivo.

• Princípio do socorrismo.

• SBV adulto.

• SBV criança.

2.1.1. Posição lateral de Segurança.

• Práticas.

2.1.2.Abordagem da via aérea.

• Obstrução parcial e obstrução total.

• Causas de obstrução da via aérea.

• Modo de Atuação.

3.Procedimentos Finais.

• Aconselhamentos úteis.

• Conclusão da Ação.

 AVALIAÇÃO DOS FORMANDOS

            Os formandos serão avaliados conforme estipulado na Carta Circular CCPFC -3/2007 do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua:

«Excelente – de 9 a 10 valores;

Muito Bom – de 8 a 8.9 valores;

Bom – de 6.5 a 7.9 valores;

Regular – de 5 a 6.4 valores;

Insuficiente – de 1 a 4.9 valores.»

Os formandos serão ainda avaliados tendo em conta os seguintes parâmetros:

*Realização de exercícios ao longo das sessões (prática simulada) [75%]:

– Correção dos exercícios realizados;

– Adequação dos exercícios às situações, aos contextos e às vítimas.

*Trabalho individual final (questionário sobre os procedimentos essenciais em situações de risco) [25%].

– pertinência e correção das informações;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.